segunda-feira, 24 de outubro de 2016



DIA INTERNACIONAL DAS BIBLIOTECAS ESCOLARES

A biblioteca do Centro Educativo de Santiago comemorou este dia, com atividades de promoção à sua biblioteca.


Deu-se também cumprimento à atividade "Deixa tudo e lê" e "Senta-te aqui e lê".
Os alunos assistiram a mais uma curta metragem "O patinho feio", da responsabilidade do professor Agostinho.




segunda-feira, 17 de outubro de 2016

CONCURSO INTERMUNICIPAL DE LEITURA DA REGIÃO DE AVEIRO 

REGULAMENTO(2016-2017)


O Concurso Intermunicipal de Leitura, doravante designado, abreviadamente, por CIL, é um concurso escolar, promovido pela Rede de Bibliotecas da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, dirigido a todos os estabelecimentos de ensino das redes pública e privada dos onze Municípios que compõem a CI Região de Aveiro.
Este concurso surge no âmbito do trabalho colaborativo desenvolvido pela Rede de Bibliotecas da CI Região de Aveiro, com o intuito de proporcionar à comunidade educativa uma oportunidade renovada de estimular, nos alunos, o gosto pelo livro e pela leitura.
I – OBJETIVOS
Os objetivos deste concurso são promover o prazer de ler e estimular o desenvolvimento de competências, no âmbito da leitura, nos jovens, durante o seu percurso escolar (do 1º CEB ao Ensino Secundário).
II – CALENDARIZAÇÃO
O CIL decorrerá em 3 fases distintas:
1ª Fase – Eliminatória a realizar nas escolas
A 1ª fase do CIL decorrerá ao longo do 1º período escolar, sendo organizada em cada um dos Agrupamentos e Escolas não Agrupadas, e coordenada pelo Coordenador de Escola ou por um Professor Bibliotecário.
2ª Fase – Finais Municipais – a realizar na Biblioteca Municipal.
A 2ª fase do CIL consiste nas Finais Municipais que são organizadas e realizadas pelas Bibliotecas Municipais e consistem numa prova pública para todos os apurados na 1ª Fase. Tal prova, concebida e organizada pelo respetivo Júri, selecionará 1 vencedor em cada uma das categorias (1º CEB, 2ºCEB, 3º CEB e Ensino Secundário) que estará presente na Final Intermunicipal, e 1 suplente.
3ª Fase – Final Intermunicipal
A 3ª Fase do CIL corresponde à Final Intermunicipal. Trata-se de uma prova pública, a realizar no Município de Albergaria-a-Velha, no dia 27 de Maio de 2017, na qual participarão os concorrentes (1 por categoria) apurados nas Finas Municipais de cada Município.
III – CONDIÇÕES GERAIS DE PARTICIPAÇÃO
A participação no concurso está aberta a todas as escolas das redes pública e privada de cada Município da CI Região de Aveiro.
É interdita a participação a familiares diretos dos membros do Júris de cada fase do CIL.
Para efeitos de participação do CIL, os concorrentes devem submeter-se ao presente Regulamento e às decisões dos Júris constituídos nas diferentes fases.
IV - CATEGORIZAÇÃO DOS CONCORRENTES
Os concorrentes serão repartidos em quatro Categorias:
a)      1º Ciclo do Ensino Básico (4º ano);
b)      2º Ciclo do Ensino Básico (5º e 6º anos);
c)      3º Ciclo do Ensino Básico (7º, 8º e 9º anos);
d)      Ensino Secundário (10º, 11º e 12º anos).
V – COORDENADORES E JÚRIS / COORDENAÇÃO E COMPETÊNCIAS
Eliminatórias de Escola
Coordenação
A coordenação, a nível de escola, deverá ser assegurada pelo Coordenador de Escola ou por um Professor Bibliotecário.
Competências
No caso do 1º CEB, cada Agrupamento de Escolas / Escolas não Agrupadas selecionará um máximo de três vencedores que estarão presentes na 2ª Fase, a Fase Municipal.
Nos demais ciclos de ensino, cada Estabelecimento de Ensino selecionará um máximo de três vencedores, em cada uma das categorias.
Júris Municipais
Constituição
Os júris Municipais integrarão três membros. O seu presidente será o Bibliotecário responsável pela Biblioteca Municipal do concelho. Este nomeará dois vogais, que poderão incluir um professor de reconhecido mérito e uma personalidade desse concelho ligada à cultura.
Competências
Cabe aos Júris Municipais a organização das Finais Municipais, bem como a elaboração da respetiva prova e a seleção das obras tomadas como referência para a final.
É da responsabilidade dos Júris Municipais a indicação da lista dos concorrentes vencedores a integrarem a Final Intermunicipal.
Júri Intermunicipal
Constituição
O Júri Intermunicipal bem como as obras tomadas como referência para a Final Intermunicipal serão escolhidos pela Equipa Técnica das Bibliotecas Municipais da CI Região de Aveiro.
Competências
O Júri Intermunicipal é soberano, não sendo possível, em circunstância alguma, recorrer das suas decisões.
VI – PROVAS DE SELECÇÃO
As provas deverão avaliar os conhecimentos dos alunos sobre as obras lidas, pelo que poderão ser escritas, orais, ou integrar ambas as modalidades.
As provas da 1ª fase do CIL serão elaboradas pelas escolas que aderirem ao Concurso, de modo descentralizado e com inteira autonomia.
Nas finais Municipais, a elaboração das provas é da responsabilidade do Júri Municipal.
As provas da Final Intermunicipal serão elaboradas pelo respetivo Júri Intermunicipal.
VII – OBRAS SELECCIONADAS PARA AS PROVAS
Na 1.ª fase (Fase de Escola), as obras são escolhidas pelos professores responsáveis pela coordenação do Concurso a nível de escola.
Na 2.ª Fase (Fase Municipal), as obras são escolhidas pelo Júri Municipal.
Na fase Intermunicipal, o Grupo de Trabalho das Bibliotecas Municipais selecionará uma obra de leitura obrigatória, para cada Categoria.
VIII – PRÉMIOS
1ª FASE
Os prémios a atribuir aos vencedores deverão ser decididos a nível de escola, pelos professores responsáveis pela organização do CIL.
2ª FASE
Os prémios a atribuir aos vencedores deverão ser decididos a nível Municipal, pela Biblioteca Municipal.
3ª FASE
Os três primeiros classificados de cada uma das categorias serão os grandes vencedores e receberão os seguintes prémios:
1º Prémio – Cheque no valor de 250,00€.
2º Prémio – Cheque no valor de 150,00€.
3º Prémio – Cheque no valor de 100,00€.





CIL


Livros 1ª fase – Fase das Escolas 



1º ciclo “A maior flor do mundo” de José Saramago


2º ciclo “Pedro Alecrim”de António Mota


3º ciclo “O rapaz do pijama às riscas” de John Boyne


Ensino Secundário “O ano sabático” de João Tordo

Concurso de Ideias RBE 20 anos


1. Apresentação

O Concurso de Ideias “Aprende a descodificar o teu mundo” é a iniciativa com que a Rede de Bibliotecas Escolares comemora, em 2016, o Mês Internacional da Biblioteca Escolar, promovido anualmente pela IASL (International Association of School Librarianship). A biblioteca escolar faz parte do nosso mundo e se olharmos para ela com atenção, se percebermos o seu funcionamento, se a descodificarmos, seremos capazes de ter ideias que ajudem a torná-la (ainda) melhor. O desafio consiste em apresentar uma ideia inovadora, que se consubstancie na criação de um produto ou ideia de melhoria de um serviço, relacionado com uma das áreas de trabalho da biblioteca escolar.

2. Objetivos
 O objetivo principal do concurso consiste em envolver os alunos no dia-a-dia da biblioteca da sua escola. Ao implicar os alunos nesta iniciativa, pretende-se também promover a criatividade e o trabalho colaborativo e fomentar a prática de novas formas de aprendizagem.

3. Público-alvo
 3.1. O Concurso de Ideias “Aprende a descodificar o teu mundo” dirige-se a todas as crianças e jovens de todos os níveis de ensino que frequentam um agrupamento/ escola não agrupada, cuja(s) biblioteca(s) integre(m) a Rede de Bibliotecas Escolares.  3.2. Os concorrentes devem organizar-se numa equipa de três elementos, independentemente da idade de cada um. 3.3. Cada agrupamento/ escola não agrupada só pode apresentar-se a concurso com uma ideia.


4. Forma de apresentação da ideia
4.1. A equipa deve organizar-se, planificar e executar o produto final, com o apoio do(s) professor(es) bibliotecário(s) da sua escola. 4.2. A ideia inovadora deve ser apresentada num “pitch”1 (pequeno vídeo com duração até 3 minutos), onde seja possível comprovar a participação dos três elementos. O “pitch” será acompanhado de uma ficha descritiva da ideia inovadora (anexa a este Regulamento) e do Curriculum Vitae (CV) dos três elementos da equipa.

5. Submissão da ideia
5.1. A ideia deve ser enviada para a RBE [concurso.ideias@rbe20anos.pt] até ao dia 31 de outubro. No corpo do email, deve constar claramente a identificação: • Nome do agrupamento/ escola não agrupada • Nome do professor bibliotecário responsável • Contacto do professor bibliotecário • Autores da ideia (nomes e nível/ níveis de ensino)

5.2. O vídeo deve ser enviado em formato Mp4. A ficha descritiva, juntamente com os três CV, devem ser enviados num único ficheiro pdf. Ambos os ficheiros deverão estar identificados com o nome do agrupamento/ escola não agrupada.

6. Critérios de seleção 
As ideias inovadoras serão avaliadas, por um júri da RBE designado para o efeito, de acordo com os seguintes critérios: • Relevância, originalidade e aplicabilidade da ideia • Respeito pelo formato e duração da apresentação • Participação dos três elementos no vídeo de apresentação • Competências de comunicação demonstradas


7. Divulgação dos vencedores
A divulgação dos vencedores será realizada no dia 16 de novembro, no portal da RBE.

8. Atribuição de prémio 
8.1. À ideia vencedora será atribuído um prémio pecuniário no valor de 1.500,00€. Esta verba deve ser aplicada na biblioteca, no desenvolvimento da ideia inovadora.  8.2. Cada elemento da equipa recebe também um prémio individual (um tablet).

9. Disposições finais
9.1. A candidatura ao Concurso de Ideias “Aprende a descodificar o teu mundo” implica o conhecimento e aceitação dos termos e condições previstos no presente Regulamento. 9.2. O júri reserva-se o direito de desclassificar ideias que não respeitem o Regulamento.

ORIENTAÇÕES 

O que é uma ideia? Uma ideia é uma imagem que se cria na nossa mente que traz implícita uma intenção e é fruto da atividade de pensamento e da criatividade de uma pessoa. Todas as ideias são boas. Mas nem todas as ideias se traduzem em projetos. Estas necessitam de ser avaliadas e posteriormente conduzidas até à sua implementação. Uma ideia inovadora, para uma biblioteca escolar, traduz-se na criação de algo novo ou numa melhoria significativa ao nível do processo, relacionada com uma das áreas/ domínios de trabalho da biblioteca: . Articulação Curricular . Leitura e Literacias . Projetos e Parcerias . Gestão da Biblioteca

Como posso avaliar o potencial da minha ideia? Para avaliar uma ideia, faço estas perguntas a mim mesmo, respondendo com sinceridade. 1. A minha ideia é realmente nova? 2. A minha ideia será útil para mim e para os outros?  3. Posso conceber a minha invenção de forma a que os outros a possam utilizar? 4. Identifico 4 razões que podem impedir que a ideia resulte. 5. Identifico 4 razões que tornam fácil que a ideia funcione. 6. O que diferencia esta ideia de outras já existentes? 7. Porque são essas diferenças importantes?

In: Empreender - plataforma do empreendedor, acedido a 19 de setembro de 2016 adaptado